Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Página inicial > Publicações > Reunião dos servidores do IFPA campus Altamira a respeito do projeto Future-se
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Reunião dos servidores do IFPA campus Altamira a respeito do projeto Future-se

  • Publicado: Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 11h03
  • Última atualização em Quarta, 04 de Dezembro de 2019, 11h03
  • Acessos: 390

No dia 29 de novembro de 2019 os servidores do IFPA campus Altamira se reuniram no auditório do campus juntamente com representantes do corpo discente da instituição para debater sobre a possibilidade de adesão do IFPA ao projeto Future-se, do Ministério da Educação.
O projeto Future-se é uma proposta do Governo Federal que pretende flexibilizar a arrecadação de recursos financeiros para as IFES, além de criar um novo modelo de gestão para essas instituições.
Foi realizada uma breve apresentação do projeto pela professora Erlana Portilho, servidora nomeada responsável por articular e acompanhar as atividades referentes ao Future-se no campus Altamira. A apresentação foi necessária para explicar aos presentes sobre as mudanças sofridas pelo projeto após a primeira consulta pública e absorvidas em sua segunda versão, apresentada pelo MEC no dia 16 de outubro de 2019.
Após a apresentação do programa, o principal ponto positivo mencionado pelos presentes foi a possibilidade de flexibilização da captação de verbas para o campus através de parcerias com a iniciativa privada, tornando a instituição menos dependente do orçamento federal e mais autônoma.
Sobre os pontos negativos do projeto, os presentes na reunião consideraram que o programa dá margem à possibilidade de privatização da educação técnica federal num futuro próximo. Além disso, consideraram que a adesão ao programa fragilizaria a autonomia da gestão administrativa, pedagógica, científica e patrimonial das IFES. Outro ponto negativo levantado foi uma possível desresponsabilização do governo federal no financiamento da educação pública.
Como o escopo Future-se ainda não está completamente definido, pois a consulta pública ainda está aberta e o projeto de lei ainda será discutido nas duas casas do
congresso nacional e, por isso, poderá sofrer novas alterações, os presentes não se sentiram confortáveis em votar de forma favorável à adesão do IFPA ao projeto. Além disso, consideram muito dúbias e vagas as informações prestadas pelo MEC.

registrado em:
Fim do conteúdo da página
-->